Páginas

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Bateu um medinho

Escrevi o texto uma semana antes de mudar de cidade. Apesar de a decisão de mudar de cidade já estar tomada. O fato de continuar tudo igual, no mesmo apartamento, do mesmo jeitinho, me dava a ilusão que dava pra voltar atrás. Mas não dava... Uma semana depois eu me mudei. Larguei cidade, emprego, vida dentro do padrão, pra ser feliz de um outro jeito, de um jeito diferente e não podia estar mais feliz. Que bom que eu tive coragem. Que bom que eu estava com medo mas segui em frente mesmo assim!

Algum dia em maio de 2015: "Enquanto escrevo esse post, falta um pouco mais de 1 semana pra minha mudança de cidade. E eu sei que já não tem volta, as coisas relacionadas ao meu novo trabalho já estão avançadas, já foram pagas, não dá pra desistir. Mas bateu um medinho.

Não, eu não gosto do meu trabalho atual mas ele me paga super bem. É um dinheiro garantido que eu sempre vou ter e em tempos de recessão econômica isso é sempre bem-vindo. E eu sei que eu não posso passar o restante da minha vida fazendo isso. E eu sei que eu tenho que mudar, fazer diferente e, que qualquer coisa que eu faça vai ter riscos. Vai ser começar do zero. Mas eu tenho que fazer. Eu preciso tentar diferente. Eu não posso passar minha vida pensando que eu devia ter mudado e não mudei. Espero nunca olhar pra trás e pensar que "eu era feliz e não sabia". Acredito de verdade que um dia vou ler esse post e vou pensar que bom que eu tive coragem e fiz diferente. Mas deu um medinho..."


Nenhum comentário:

Postar um comentário